Blog

  • Requisitos de segurança contra incêndios em aeroportos


    Requisitos de segurança contra incêndios em aeroportos

    Requisitos de segurança contra incêndios em aeroportos

    A segurança contra incêndios em aeroportos é uma das áreas mais regulamentadas em nosso mundo atualmente, onde se tornou essencial alcançar um alto nível de segurança para proteger o público em aeroportos com sistemas de alarme de alta qualidade. Incêndios em aeroportos podem paralisar um número significativo de atividades, veja agora quais são.

    Legislação e regulamentação sobre proteção contra incêndios em aeroportos:

    No que diz respeito à segurança em caso de incêndio em aeroportos, os riscos são avaliados por uma norma de referência internacional (NFPA), que contém trezentos códigos e normas para prevenir lesões, mortes, perdas materiais e econômicas.

    Classificação dos tipos de incêndios

    Os incêndios são divididos nas seguintes classes:

    Fogo de classe A: materiais combustíveis sólidos. Para sua extinção é necessário refrigeração.

    Fogo de classe B: Líquidos, gases combustíveis e inflamáveis, apaga-se interrompendo a reação em cadeia.

    Fogo de classe C: equipamentos e aparelhos elétricos de baixa tensão, ao cortar a corrente pode-se usar água ou extintores de incêndio.

    Fogo de classe D: determinados metais combustíveis. São necessários extintores com pós químicos adequados.

    Fogo de classe K: gorduras animais ou óleos vegetais. São necessários extintores de incêndio especiais.

    Planos de emergência de incêndio:

    O Plano de Emergência de Incêndio é um documento no qual você tem acesso aos procedimentos e ações que as pessoas devem realizar quando houver suspeita ou risco de incêndio, até a chegada dos Serviços Externos de Extinção. O objetivo é evitar lesões, bem como perdas humanas, econômicas e materiais.

    Sistemas de supressão de incêndio

    Os sistemas de extinção de incêndios têm como objetivo a proteção de vidas humanas, bens e meio ambiente. Alguns deles são:

    • Sistemas automáticos de aspersão (Sprinkler)

    São sistemas muito eficazes no combate a incêndios em aeroportos. A instalação assenta numa rede de condutas e numa reserva de água de abastecimento com aspersores automáticos ou Sprinklers, como elemento terminal. Eles são ideais para aqueles lugares onde há um grande fluxo de público. Através de certos dispositivos, você verá que os sistemas são ativados com altas temperaturas.

    • Sistemas de extinção de gás

    São sistemas de proteção utilizados onde os incêndios devem ser extintos rapidamente para evitar danos causados ​​pelos efeitos dos agentes residuais. São constituídos por uma rede de tubos, bicos e cilindros pressurizados, que através de um sinal elétrico permitem o acionamento automático do sistema de extinção.

    • Sistemas de extinção de espuma

    São geralmente sistemas fixos usados ​​para extinguir incêndios envolvendo sólidos ou líquidos inflamáveis ​​e, em alguns casos, materiais gasosos, com uma mistura de água e espuma descarregada por sprinklers de espuma através de um sistema de tubulação.

    Avaliação e registro de sistemas para garantir sua funcionalidade e eficácia

    A avaliação dos sistemas de extinção de incêndios pode ser feita de acordo com as normas nacionais e internacionais estabelecidas para garantir a segurança mínima exigida em caso de incêndio no aeroporto. Os extintores devem ter registro de inspeção na primeira instalação e, posteriormente, mensalmente.

    Segurança contra incêndios, uma oferta de valor fundamental

    É importante ressaltar que um dos objetivos da Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) é tornar as aeronaves comerciais a forma mais segura de viajar, e para isso o planejamento de segurança operacional é essencial. Nesse sentido, você deve aplicar os regulamentos para prevenir incêndios nos aeroportos.

    Reduzir os índices de acidentes em aeroportos é possível graças à segurança industrial. O transporte aéreo alcançou alta relevância e grandes conquistas em termos de segurança contra possíveis incêndios em aeroportos que serão aperfeiçoadas com cada vez mais força.

    COMPARTIR