Blog

  • Incêndios florestais: tragédia inevitável


    Incêndios florestais: tragédia inevitável

    Incêndios florestais: tragédia inevitável

    Incêndio florestal é a propagação do fogo em áreas florestais que se alastra de forma descontrolada pela vegetação rural ou urbana, causando danos ao meio ambiente.

    No mundo, os incêndios florestais são a causa mais comuns de destruição de florestas.

    As áreas florestais são essenciais para a vida no planeta, além de serem parte fundamental dos ciclos de produção e distribuição de água, purificam o ar que respiramos captando dióxido de carbono e liberando oxigênio.

    Eles também ajudam a equilibrar a temperatura e a umidade, fornecem comida, seus elementos auxiliam na produção de remédios e abrigo para os seres vivos, além de serem fonte de matéria-prima em muitas atividades humanas.

    Esses processos são ameaçados por vários fatores não relacionados às atividades florestais, como: degradação do solo, desmatamento, exploração madeireira excessiva, queimadas descontroladas que estão relacionadas a outras atividades como agricultura, pecuária e desenvolvimento urbano.

    O fogo pode ter uma influência positiva na Natureza, pois ajuda a manter a biodiversidade. Mas quando usado de forma irresponsável ou causado por alguma negligência, pode se tornar um incêndio florestal com consequências devastadoras para o meio ambiente, inclusive para a saúde e segurança das pessoas.

    De acordo com um novo relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), espera-se que as mudanças climáticas e as mudanças no uso da terra tornem os incêndios florestais mais frequentes e intensos, com um aumento global de incêndios extremos de até 14% até 2030, 30% até no final de 2050 e 50% no final do século.

    Portanto, é nosso dever apoiar os socorristas e bombeiros que estão na linha da frente e arriscam as suas vidas no combate aos incêndios florestais. A saúde das pessoas é diretamente afetada pela inalação da fumaça, causando impactos respiratórios e cardiovasculares.

    COMPARTIR

    ?>