Blog

  • 5 Regras de Ouro de Segurança Elétrica


    5 Regras de Ouro de Segurança Elétrica

    5 Regras de Ouro de Segurança Elétrica

    Os riscos são encontrados na maioria das coisas que fazemos todos os dias, mas são ainda mais quando fazemos trabalhos relacionados à eletricidade e negligenciamos nossa  Segurança Elétrica . Existe alguma coisa que você possa fazer para evitar riscos elétricos? Após longas investigações, concluiu-se que é possível evitar diversos acidentes seguindo as regras básicas de atendimento. Deve começar por utilizar os acessórios de segurança como capacete, luvas, arnês para subir alturas, óculos de segurança ou botas de segurança, entre outros.

    MEDIDAS DE PROTEÇÃO

    É imprescindível seguir as 5 regras de ouro para trabalhar sem tensão, que são obrigatórias, criadas com o objetivo de minimizar os riscos elétricos, vamos analisar o que são e em que consistem:

    1. Desconectar: ​​Para iniciar um trabalho elétrico, devemos desconectar previamente qualquer fonte de energia que esteja no local, como baterias ou geradores de eletricidade. Verifique pessoalmente se existe uma distância suficiente entre o elemento a ser tratado e a resistência elétrica, o que é conhecido como corte efetivo. Você também pode verificar a distância verificando os fusíveis e interruptores usando um seletor, que ajuda a desconectar um circuito elétrico.
    2. Evite qualquer possível feedback: Evite qualquer reconexão que possa ocorrer usando travas que evitam um choque elétrico. Desconecte telefones ou qualquer dispositivo que use eletricidade. A sinalização deve ser usada no local para alertar sobre quedas de energia. O controle remoto ou os serviços de controle remoto que funcionam remotamente serão desabilitados por motivos de segurança.
    3. Verifique a ausência de tensão: Como as fontes de eletricidade não são visíveis, audíveis ou olfativas a olho nu, é necessário verificar a ausência de tensão elétrica no local onde você vai trabalhar. Usando um multímetro ou testador, você pode saber o valor exato da tensão. Você também pode usar um detector de tensão. Apenas aproximando este dispositivo de qualquer superfície ou fonte elétrica, você saberá se há corrente. Para verificar a ausência de tensão, você deve verificar cada um dos locais onde pode haver um condutor neutro.
    4. Terra e curto-circuito: Deve ser feita uma ligação dos condutores ativos em curto-circuito entre eles e, posteriormente, à terra. O objetivo de fazer isso é habilitar um ambiente virtual capaz de suportar um curto-circuito no local de trabalho. Antes de tudo, você deve verificar a ausência de tensão. Lembre-se de que a ligação à terra deve ser colocada no local mais próximo da área de trabalho.
    5. Proteger contra elementos vivos e sinalizar a área: Através de elementos visíveis para quem não estiver trabalhando na instalação, a área será marcada com fitas, cones e cercas, entre outros, para alertar sobre o que está sendo feito e evitar acidentes.

    Estas regras são baseadas no  Decreto Real 614/2001 (Espanha), no anexo II, artigo A.1, onde a segurança é garantida e a vida é protegida. Deve-se levar em conta que todos os dias acontecem acidentes que poderiam ser evitados em 50% seguindo as normas estabelecidas para cada atividade. A área de trabalho deve ser projetada por uma pessoa treinada que tenha experiência e conhecimento suficientes para realizar trabalhos elétricos sem colocar em risco o pessoal que passa pela área. Por fim, é importante retirar cada elemento que tenha sido colocado nos corredores ou pontos de acesso, retirar os aparelhos elétricos, religar o fluxo de energia, retirar a sinalização e, se possível, dar sugestões, pois garantir a segurança é um trabalho de todos.

    Você também estará interessado em: Segurança elétrica: Aspectos que você deve saber sobre os regulamentos na Colômbia .

    COMPARTIR