Blog

  • Eletricidade em casa: 5 dicas de proteção


    Eletricidade em casa: 5 dicas de proteção

    Eletricidade em casa: 5 dicas de proteção

    A eletricidade é uma das grandes descobertas da humanidade, assim como um dos primeiros indicadores do nível de qualidade de vida de cada pessoa. Por outro lado, é um potencial fator de risco para muitos tipos de acidentes, como incêndios, queimaduras e choques elétricos diretos, por isso a seguir separamos algumas dicas de segurança elétrica em casa que são fundamentais para manter a segurança da sua família em casa.

    Todos da família devem ser agentes de segurança

    Um princípio fundamental na segurança elétrica de qualquer casa é que todos os membros da família devem estar cientes de como agir em relação à eletricidade. Não estamos falando de coisas técnicas, mas do conhecimento de como agir em diversas situações do dia a dia com relação a isso, como:

    • Saber onde fica o quadro de disjuntores e saber qual é o principal e como utilizá-lo.
    • Saber manusear corretamente os plugues dos aparelhos elétricos ao conectá-los e desconectá-los.
    • Evite manusear tomadas elétricas com os pés descalços ou com as mãos molhadas.
    • Evite que as crianças brinquem com cabos e tomadas elétricas.

    Substitua itens elétricos danificados

    Elementos elétricos como interruptores, tomadas, cabos, extensões e tomadas múltiplas em mau estado são fontes de possíveis acidentes, pelo que se recomenda a sua substituição por novos, com as mesmas ou melhores características que os originais. É importante que nos elementos que o requeiram sejam mantidas as ligações à terra destes elementos para evitar descargas acidentais.

    Não sobrecarregue suas conexões

    Eletrodomésticos e dispositivos eletrônicos têm necessidades diferentes quando se trata de tensão elétrica e colocá-los todos juntos em uma conexão múltipla pode levar a um surto elétrico, criar um ponto quente e possivelmente iniciar um incêndio. Estes podem ser evitados, bastando apenas um equipamento para cada ligação e conhecendo as especificações dos equipamentos quanto à quantidade e magnitude da energia que necessitam e sabendo se a ligação as cumpre.

    Faça pequenos reparos com cuidado

    Por pequenos reparos estamos falando de coisas simples, como trocar lâmpadas, trocar fios, tomadas e interruptores. E apesar de parecerem atividades extremamente fáceis, é preciso ter um mínimo de cautela ao realizá-las, como:

    • No caso de lâmpadas, verifique se o interruptor está desligado.
    • Tome cuidado para que, ao manusear os cabos, eles não estejam conectados à tomada.
    • Você deve certificar-se de que, ao trocar as chaves, você desligou a fonte de alimentação na placa principal.
    • No caso de substituição de tomadas elétricas, desligue a energia na placa principal e certifique-se de manter a conexão de aterramento.

    Solicite a ajuda de um técnico especializado

    Para qualquer instalação ou reparação elétrica de grande envergadura, como a instalação de novas cablagens, a instalação de grandes equipamentos como bombas hidráulicas ou motores elétricos, ou a construção de uma extensão residencial, é necessário contratar os serviços de um técnico ou de uma empresa especializada nestes trabalhos.

    A utilização destes serviços especializados garante os cálculos de consumo corretos, de acordo com as necessidades energéticas dos equipamentos e instalações e coloca à sua disposição pessoas e equipamentos qualificados para que o trabalho seja feito da melhor forma possível.

    O melhor conselho de segurança é a prevenção

    Seguir essas dicas simples, discuti-las e aprendê-las em família é uma das formas mais eficientes de minimizar a possibilidade de um acidente elétrico. Além disso, ter alguns equipamentos de segurança e sempre usar o bom senso ao interagir com a eletricidade garantirá que sua família esteja sempre preparada para qualquer eventualidade.

    COMPARTIR